“A obra de Caeiro representa a reconstrução integral de paganismo, na sua essência absoluta, tal como nem os gregos nem os romanos, que viveram nele e por isso o não pensaram, o puderam fazer. A obra, porém, e o seu paganismo, não foram nem pensados nem até sentidos: foram vividos com o que quer que seja que é em nós mais profundo que o sentimento ou a razão.” Assim Ricardo Reis, heterônimo de Fernando Pessoa, descreve a obra de Alberto Caeiro, outro heterônimo e mestre de todas as facetas do poeta português que extrapolou o Modernismo e as fronteiras da península para nos encantar e nos fazer refletir. No prefácio que apresenta a obra de Caeiro, Ricardo Reis ainda ressalta a simplicidade e a não participação dos valores culturais da sociedade do seu tempo na produção desse homem do campo: “Ignorante da vida e quase ignorante das letras, quase sem convívio nem cultura, fez Caeiro a sua obra por um progresso imperceptível e profundo [...] um progresso de sensações, ou, antes, de maneiras de as ter, e uma evolução íntima de pensamentos derivados de tais sensações progressivas”.

 

  • Editora : Ática; 1ª edição (3 dezembro 2019)
  • Idioma : Português
  • Capa comum : 32 páginas
  • ISBN-10 : 8508094728
  • ISBN-13 : 978-8508094721
  • Dimensões : 26.4 x 20.8 x 1 cm

Dom Quixote

REF: 9788508094721
R$ 56,90 Preço normal
R$ 54,06Preço promocional